Meus exageros, seus olhos

Meu problema talvez seja meus exageros, Esse meu jeito de me expressar Meu romantismo, minhas poesias Mas compor poesias e olhar naqueles olhos Me ver refletidos neles, não há palavras que possa descrever As sensações, as emoções que me passam... A boca fala palavras, mas os olhos... esses sim, Sabem o que dizem sem dizer … Continuar lendo Meus exageros, seus olhos

Na escuridão a curva é mais fechada – Giuliano Fordelone

Vejo nos teus olhos o brilho sagaz de um amanhecer. Posso sentir seu cheiro por entre campos de rosas. Posso te enxergar no escuro de um céu cheio de estrelas. Me debruçar em seu corpo, afagar sua alma, Dançar com seus lábios, e dirigir por suas curvas. Este é um caminho que não posso percorrer. … Continuar lendo Na escuridão a curva é mais fechada – Giuliano Fordelone