Superar – Giuliano Fordelone

Tantos rostos e nenhum mais cativa minha admiração. Tantos corpos e nenhum mais causa-me euforia. Tantas personalidades e nenhuma chama meu desejo. Já não tenho a quem amar nem a desejar. És enfadonho a busca incessante por tal romance. Esse consumismo de corpos, egos e pessoas é fatídico! Deixe caçoar, até mesmo se preocupar pelo … Continuar lendo Superar – Giuliano Fordelone

Notas de uma noite qualquer – Giuliano Fordelone

E quem nunca teve lembranças tão meigas que fizeram-te mais seletivo? Contra o romance burguês, o consumismo sexual, afetivo, e por que não de seres humanos? Vamos lá, oferecer mais vínculos do que apenas solidão por solidão!

Confissões

Definitivamente vivemos numa prisão, onde a liberdade é vista como insanidade e o conforto visto como normalidade!   Não há no mundo Filosofia mais vasta que possa iluminar a mente humana que sua própria consciência lhe iluminará com o tempo.   Um dia sonhei que estudar, me tornar um professor, trabalhar ativamente para o intelecto … Continuar lendo Confissões

Da Finitude – A Alegria

Nada melhor do que um relógio para simbolo da finitude. Mas afinal, o que é essa tal de "finitude"? É a característica de algo finito, que por si só tem fim, acaba. E como qualquer coisa de um mundo finito, não há nada que possa ser eterno neste plano existencial. Sem dúvidas a alegria é … Continuar lendo Da Finitude – A Alegria