Superar – Giuliano Fordelone

Tantos rostos e nenhum mais cativa minha admiração. Tantos corpos e nenhum mais causa-me euforia. Tantas personalidades e nenhuma chama meu desejo. Já não tenho a quem amar nem a desejar. És enfadonho a busca incessante por tal romance. Esse consumismo de corpos, egos e pessoas é fatídico! Deixe caçoar, até mesmo se preocupar pelo … Continuar lendo Superar – Giuliano Fordelone

Notas de uma noite qualquer – Giuliano Fordelone

E quem nunca teve lembranças tão meigas que fizeram-te mais seletivo? Contra o romance burguês, o consumismo sexual, afetivo, e por que não de seres humanos? Vamos lá, oferecer mais vínculos do que apenas solidão por solidão!