A terra não é de ninguém, a Terra é de todos!

Ainda que haja necessidade de propriedade privada, podendo até mesmo ser fundamentada do ponto de vista biológico, psicológico e social do ser humano, deve-se haver uma consciência que desmanche a ilusão antropocêntrica de domínio territorial e posse. A propriedade privada é um artificio desenvolvido com mais propriedade na era dos Contratualistas na confecção de um soberano artificial, o Estado.

Enquanto nós deixar nossos instintos se sobrepor a nossa razão, seremos escravos de nós mesmos e perpetuaremos a máxima de Hobbes: “O homem é o lobo do próprio homem.”

Contribua para o debate, comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s